Arquivos do Blog

Os Vingadores Prelúdio: A grande semana de Fury!

Em prol de criar histórias paralelas ao filme dentro do universo criado por ele, serão lançadas HQs on line sobre os personagens. O editor-chefe da Marvel, Axel Alonso, disse que trabalharam de mãos dadas com a Marvel Studios para tal. A primeira das 8 partes da história “Marvel’s The Avengers Prelude: Fury’s Big Week” (Os Vingadores Prelúdio: A grande semana de Fury) sairá este mês e será gratuita pelo aplicativo Marvel Comics app. As demais edições custarão 99 centavos e sairão todaterça-feira a partir do dia 14. A história parece ser interessante e me deixou intrigada, além disso, a bela arte é do nosso querido desenhista “da casa”, Luke Ross (que depois da quadrinização do filme Capitão América, parece ter gostado do universo cinematográfico).

Além disso, a editora liberou uma espiada (bem melhor que a do big brother) em parte da primeira edição:

Leia o resto deste post

Estréia de 2012: Pokémon – Apokélypse

Já ouviram falar em “Politicometro”?

Pois é gente, estou eu aqui de novo, escrevendo sobre essa “interessante” matéria sobre política.

Não, não é nada sobre nada relacionado a partidos, pessoas do meio, casos, ou qualquer outro problema e chatisse do meio… Dessa vez, vim falar do chamado “Politicometro”. Mas, afinal de contas, que cosa és esa?

Basicamente, ele é um mecanismo criado pela revista veja para ver qual é a sua posição ideológica politicamente falando.

Num total, temos duas partes: Direita e Esquerda.

Se você não sabe em que lado está, e que saber de uma maneira rápida e simples, aqui está o link: http://veja.abril.com.br/eleicoes/politicometro/

O meu resultado foi:

E o seu? Qual será? rsrs

Até mais!

 

Video Games e Lendas Urbanas: Polybios (1981)

Bom dia, boa tarde, boa noite cambada. To aqui hoje pra falar de um tema um tanto quanto curioso: Lendas Urbanas sobre Video Games!

Desde que esse objeto divino fora inventado pelos nossos amigos de olhos puxados, diversas histórias surgiram fazendo-nos pensar se muitas delas eram verdadeiras ou não, nos estimulando (ou não) a buscar a verdade, jogando tais jogos e vendo até onde vão as verdades e onde começam as farsas… Isto se houver alguma verdade nelas. rsrs.

É exatamente isto o que este que vos fala fará daqui para frente. Todas as lendas urbanas que possam existir, serão devidamente testadas e lhes direi, queridos leitores, se dizem ou não. E já de cara, começamos com um dos (se não o mais) famoso deles: Polybios.

Polybios:

2ª Fase do jogo. Consegue jogar assim? rsrs

A mais antiga delas vem da época dos Arcades ainda (ou como aqui no Brasil são chamados popularmente pelos nossos juvenis, Fliperamas), nos EUA, no ano de 1981, com o jogo Polybios. Segundo algumas fontes (obscuras, diga-se de passagem) o game seria capaz de enlouquecer os jogadores, ou mesmo de fazer a pessoa passar por algum tipo de transe hipnótico, devido as imagens que bombardeiam o usuário durante o jogo.

Além disso, também segundo relatos, de tempos em tempos, homens vestidos de preto a la MIB faziam uma espécie de coleta de dados visitando cada arcade, coletando dados de possíveis testes psico-mentais daqueles que jogaram lá (apesar de, teóricamente, não se saber com certeza quais foram as pobres cabeças analisadas). Também são ditos que, aqueles que o jogaram, tiveram insonia, amnésia, pesadelos, terror-noturno ou mesmo casos de suicídio.

Eu consegui jogar, até o momento, 2 fases apenas, mas já deu pra sentir o tranco. Meus olhos doeram conforme o movimento das linhas e objetos dançantes. Sem história, ou temática, inicialmente revela-se em teoria como um jogo side-scrolling de naves, onde o objetivo seria ir de um lado para o outro estourando naves… Porém, isso é apenas aparência.

Seu objetivo de fato é destruir certos objetos que saem de um hexaedro circulante altamente complexo e… Psicodélico (desculpa a repetição deste termo, mas é que eu n]ao consegui encontrar outra palavra para descrever a ação). Os objetos não se parecem nem um pouco com naves, assemelhando-se mais a objetos geométricos, os quais te atacam, ou se chocando contra sua nave, ou lançando projeteis que realizam explosões quase nucleares (pelo menos essa foi a impressão que tive. rsrs).

Acima, a primeira fase do jogo, com os objetos já mais nítidos.

A jogabilidade é tão simples quanto sua “história”, porém, com alguns diferencias importantes: Para cima, você move sua  nave para a esquerda. Move para baixo, move a nave para a direita. Para a esquerda, você move o objeto rodopiante no centro para a esquerda, e vice-versa. Com o espaço, você atira. Um jogador atento não encontra muitos problemas para se encontrar, depois de alguns segundos e já dominar a jogabilidade.

Os gráficos também são simples, mas se não se lembrar que este é apenas um jogo, você pode de fato ficar parado só olhando para ele, quase como num transe.

Concluindo:

As imagens aqui a mostra não mentem e dizem por si só que esse jogo é estranho. E para aqueles que querem ver por si mesmos, aqui está o link para download: http://www.superdownloads.com.br/download/19/polybius/redir.html

Até mais pessoal!

ps.: Se não me verem mais por aqui, já sabem: A culpa é do jogo! =D

Mashup: MJ vs Metallica – Sandman’s Scream

Thriller Metal Version (Feliz Ano Novo)

Smooth Criminal Metal Version

Rock Hadouken

Sonhos: Quem entende?

Por isso não entendemos eles. Não sei o pq mas me lembrou de anime isso kkkkk

Mensagem de Domingo – By Arns

 

 

Final de ano, se arrependeu daquele(s) erro(s) que cometeu durante o ano? Duas coisas pra você:

1º) Não se arrependa! Tome todos eles como experiencia e siga em frente;
2º) Ano que vem vai ter mais 365 dias e nada garante que você não vá errar mais um bocado, porque, afinal, somos humanos, e humanos costumam errar… E feio, muitas vezes…

rsrs

 

Até mais!!!

Últimas palavras do Ano – 2011 by: Arns

Pois é, cambada. Mais um ano terminando, Natal chegando… Gente da 1ª Série do Fundamental ao 3º Ano do Médio lamentando não ter passado de ano, outros comemorando… Entre outras situações tristes e felizes.
Casais se formaram, e se desfizeram (não sou excessão. rsrs), pessoas riram, e pessoas choraram (aqui já sou uma excessão, rsrs). Outras ainda riem, outras ainda choram, mas isso não vem ao caso… rsrs
Planejamentos foram feitos, planos concretizados, lições aprendidas, caras quebradas…
O ano que passa foi intenso. Pelo menos pra mim… rsrs
E ano que vem? O que será de todos nós? Eu não sei. Não costumo me planejar o futuro.
Adivinhá-lo? Não, isso quem faz é cartomante, astrólogo e adivinhos em geral.
Vivê-lo? Ai, sim! É o melhor que poderemos fazer.
E vocês? Breves leitores deste blog? O que pretendem fazer? Planejar, adivinhar, ou apenas vivê-lo intensamente, fazendo de cada dia o último?
Não precisam dizer… Apenas façam. A vida é feita de ações, e para sermos felizes, basta agirmos.
Eis minha mensagem de Natal e Fim de Ano, moscada. rsrs
Até mais!!!!

Negócio é negócio… amizade é amizade…

Mas peraí Mario assim já é demais né!!!

Kama Sutra #ForeverAlone

Poke Fato

Nova super produção de Holywood: Le Flatula Mortale

Sexta-Feira, nos cinemas.

rsrs